Batismo com Fogo

Respondeu João a todos, dizendo: Eu, na verdade, batizo-vos com água, mas eis que vem aquele que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a correia das alparcas; esse vos batizará com o Espírito Santo e com fogo. Lucas 3:16

O coração do homem, como diz Calvino, é uma fábrica de ídolos. Reescrevendo essa frase para o meio evangélico, eu diria também que o coração do homem é uma fábrica de heresias. Sempre criamos “jargões” e interpretações que não coadunam com o correto sentido das Escrituras. Um exemplo clássico é a interpretação desse versículo que deu base para o tal “batismo com fogo”, muito difundido no meio pentecostal. Seria uma espécie de “poder” ou “revestimento” que o Senhor Jesus faria por meio do Espírito Santo nos crentes depois da conversão. Mas será que é isso mesmo que o profeta João quis dizer nesta passagem? Vamos aos fatos:

CONTEXTO.

O profeta João, o batista, estava pregando o batismo de arrependimento para perdão dos pecados nas redondezas do rio Jordão. A Bíblia diz que as multidões saiam para serem batizadas por ele. O tema central da sua pregação era: “raça de víboras, quem vos ensinou a fugir da ira vindoura?” (v.7). Observe que as duas palavras que faziam parte da sua pregação no contexto do evangelho eram: arrependimento (Lucas 3:8) e juízo (Lucas 3:9). Portanto, o contexto anterior ao verso 16 deixa bem claro que o profeta está falando de duas consequências possíveis à sua pregação: salvação ou condenação..

De igual modo, o contexto posterior ao versículo 16 também indica, de modo cristalino, o que significa o batismo com fogo. Observe que João traz a figura de uma eira. Para quem não sabe, a eira era uma área, geralmente cimentada ou lajeada, onde os agricultores limpavam e separavam os cereais. Era nesse local que os agricultores malhavam o trigo separando-o da palha. Após a separação, recolhia-se o trigo no celeiro e colocava-se a palha no fogo.

Fonte: https://comunidademoriah.org/2016/10/04/reflexoes-de-uma-eira/

ANÁLISE DO TEXTO

O versículo 16 do capítulo 3 sinaliza dois tipos de batismos: batismo com Espírito Santo e batismo com fogo. Ao comparar a metáfora do trabalho realizado em uma eira, fica nítido que Jesus veio para realizar duas coisas: salvar os pecadores por meio do batismo com Espírito Santo; e Julgar os incrédulos por meio do batismo com fogo. O texto não fala de dons espirituais, ou de uma espécie de manifestação extática ou sobrenatural do Espírito Santo no crente, ainda que a conversão seja uma manifestação sobrenatural dele. O texto fala de regeneração e juízo, e ele está em estreita sintonia com a missão do Espírito de Deus que é convencer o homem do Pecado, da Justiça e do Juízo.

“E, quando ele vier, convencerá o mundo do pecado, e da justiça e do juízo”. João 16:8

A confusão que se faz nesse texto é oriunda de uma falta de cuidado até mesmo com a leitura do texto na Língua Portuguesa. A tradução se utiliza de algumas ferramentas do próprio vernáculo pátrio para tornar o texto mais fluido, coeso e coerente, a fim de não ser repetitivo.  É nítido que houve uma elipse de termos quando se referiu ao “batismo com fogo”. Parafraseando, o texto ficaria assim:

Respondeu João a todos, dizendo: Eu (João), na verdade, batizo-vos com água, mas eis que vem aquele (Jesus) que é mais poderoso do que eu, do qual não sou digno de desatar a correia das alparcas; esse (Jesus) vos batizará com o Espírito Santo e (vos batizará) com fogo. Lucas 3:16.

Assim, os batizados com Espírito Santo são os regenerados. Estes serão recolhidos nos celeiros de Deus no último dia. Já os batizados com fogo são os ímpios que serão julgados no juízo final. A Bíblia diz que os ímpios serão julgados e lançados no fogo eterno preparado para o Diabo e seus anjos (Mateus 25:41); mas os justos irão possuir a herança guardada por Deus desde a fundação do mundo (Mateus 25:34). Encaixa-se perfeitamente na metáfora apresentada por João Batista que lançou mão da imagem da separação do trigo na eira. Então, meu querido, não queira ser batizado com fogo, mas, sim, com o Espírito Santo por meio da conversão.

Para mais informações sobre o assunto, sugiro assistir ao vídeo no canal do Youtube – hora de berear – gravado pelo Pr. Samuel Novais.  https://www.youtube.com/watch?v=cDonbq68UMw.

Deus Abençoe!

REFERÊNCIAS:

Todas as referências bíblicas citadas aqui foram retiradas da Bíblia versão Almeida Corrigida e Revisada Fiel ao Texto Original (ACF) disponível no site https://www.bibliaonline.com.br/acf.

Me. Francirley Oliveira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *